domingo, 17 de junho de 2018

Talking with Navidon about the band and their music

[PT] "Há algumas semanas atrás fiz referência aos Brasileiros Navidon e ao single “Factory of the Foolish Boys”, retirado do EP de estreia “Mindfolded”. Chegou agora o momento de conhecermos um pouco mais a banda que tem Portugal como destino para alguns concertos ainda este ano."

[ENG] "A few weeks ago I made reference to Brazilian band Navidon and their single “Factory of the Foolish Boys, taken from the debut EP “Mindfolded”. Now came the time for us to know more about the band that has Portugal has destination for some gigs later this year."


segunda-feira, 11 de junho de 2018

Barros - More Humanity Please...

[PT] "A Paulo Barros só faltava mesmo um trabalho em nome próprio. Pois ele aí está, com data de lançamento agendada para 29 de Junho via Rockshots Records, “More Humanity Please…”."

[ENG] "To Paulo Barros was only missing a work in its own name. Well here it is with release date scheduled for June 29th via Rockshots Records, “More Humanity Please…”."

quinta-feira, 7 de junho de 2018

Sense Of Fear - As The Ages Passing By

[PT] "Pode-se dizer que “As The Ages Passing By...” é uma espécie de marco que a banda já procurava alcançar à algum tempo. Como diz o título, o tempo não pára e encarregar-se-á de dizer se este foi um objectivo conseguido ou apenas uma etapa a ser transposta."

[ENG] "We might say that “As The Ages Passing By...” is some sort of achievement that the band was seeking for quite some time. As the title says, time doesn’t stop and will tell if this was a goal achieved or just a stage to be overstepped."

terça-feira, 5 de junho de 2018

The Chapter - Angels & Demons

[PT] "Vale a pena esperar por obras que nos retorcem a alma e nos ajudam a purgar demónios."

[ENG] "It’s worth waiting for works that twist our soul and help us purge demons."

domingo, 3 de junho de 2018

Azagatel - SOL


Decorria o ano de 2013 quando vi pela primeira vez os Azagatel; à altura tinham lançado à pouco tempo “Lux-Citanea”, sexto trabalho da banda. A verdade é que fiquei rendido ao seu som e lirismo, maioritariamente versando sobre povos e mitos que estão na base da cultura e história do povo Português. No passado mês de Abril lançaram o seu novo trabalho, EP “SOL”. Este registo diverge um pouco da sua sonoridade habitual, apresentando-se num formato semi-acústico que confere às composições uma envolvência tribal e crua, enfatizando ainda mais a ancestralidade contida nas letras. Em relação a estas o destaque vai para a escolha da língua materna nas vocalizações de todas as músicas, uma mais-valia para a contextualização destes relatos de inspiração histórica e uma justa homenagem a um povo que se quer de queixo erguido pela sua história.

Estes bardos modernos regressam com um trabalho que merece destaque, tanto pela sua qualidade musical como pelas alterações registadas na sua sonoridade. Este tipo de abordagem musical é algo que deve ser mantido e até melhorado, podendo até mesmo levar no futuro a algo mais épico; inspiração nas lhes falta tal a riqueza cultural dos povos em que se inspiram.

\m/

It was the year 2013 when I first saw Azagatel live; at the time they had recently released their sixth album, “Lux-Citanea”. The truth is that I fell to their sound and lyrics, mainly talking about people and myths that are the base of the Portuguese history and culture. Last April they’ve released a new work, EP “SOL”. This record varies a little bit from Azagatel’s usual sonority, presenting itself in a semi-acoustic format which grants the compositions a more crude and tribal environment, emphasizing even more the ancestry contained in the lyrics. Regarding the lyrics the highlight goes to the choice of singing in native language in all songs, an added value for the contextualization of this history based tales and a joust homage to a people that one wants to be chin up for their history.

These modern bards return with a work that deserves particular emphasis, both by its musical quality as for the changes made in its sonority. This type of musical approach is something to keep and even refined, it may even lead in the future to something epic; they don’t lack inspiration such is the cultural richness of the people they get inspiration from.

\m/

quinta-feira, 31 de maio de 2018

Tragul - "My Last Words" Lyric Video


O projecto de metal sinfónico de formato "música-a-música" Tragul do Paraguaio Adrian Benegas lançou no passado dia 25 um novo vídeo com letra, desta feita para o single “My Last Words”. Em relação ao anterior, apresenta uma entrada mais intensa derivando depois para um power metal operático com forte presença de guitarras acompanhadas de teclados, dando uma atmosfera mais teatral à composição. \m/

\m/

Symphonic metal project of "step-by-step format" Tragul from Paraguaian Adrian Benegas released last 25th a new lyric video, this time for the single “My Last Words”. Compared to the previous one, presents a more intense opening changing afterwards to an operatic power metal with strong guitar presence accompanied by keyboards, giving a more theatrical atmosphere to the composition. \m/

\m/


quarta-feira, 30 de maio de 2018

North Music Festival 2018

[PT] "A segunda edição do North Music Festival decorreu na Alfândega do Porto entre os dias 25 e 26 de Maio."

[ENG] "North Music Festival second edition took place at Alfândega do Porto on the 25th and 26th of May."

segunda-feira, 21 de maio de 2018

Emerging Chaos - The Roots Of Lunacy


Chega aquela altura na vida das bandas em que têm de optar pelo que lançar a seguir. Essa questão apresentou-se aos Emerging Chaos, banda death/thrash do Barreiro, enquanto preparavam o sucessor do EP “The Decay of Mankind”. Em boa hora optaram pelo longa-duração, criando assim um registo que é um bom reflexo do seu som.

Tive oportunidade de ver a banda ao vivo no passado Lord Metal Fest, ficando com muito boa impressão. Pode-se caracterizar a sua sonoridade como sendo maioritariamente death/thrash numa vertente mais melódica mas nem por isso menos agressiva; aliás, nesse capítulo a voz gritada de Jim Gäddnäs faz bem a diferença, mantendo as músicas numa cadência constante ao longo do álbum. Composto por 9 faixas, “The Roots Of Lunacy” mantém uma linearidade musical coesa mas não repetitiva, com um lirismo centrado nas ilusões sociais e suas consequências; devido à grande versatilidade e abrangência da temática (e fruto das diversas influências dos seus elementos), os Emerging Chaos aliam à já referida base musical riffs bem estruturados, passagens thrash old school mais diretas ou outras mais densas e misteriosas. “The Roots Of Lunacy” é um álbum de estreia bem conseguido, bem balanceado e com harmonia.

\m/

There comes the time in life when bands have to choose whether to release next. That question presented to Emerging Chaos, Barreiro’s death/thrash metal band, while preparing the successor for the EP “The Decay of Mankind”. In good time they’ve chosen an LP thus creating a record that it’s a good example of what their sound is.

I had the opportunity the see the band live last year at Lord Metal Fest and I got a good impression. We can describe their sonority as being mainly death/thrash with a more melodic approach but nevertheless less aggressive; in fact, regarding that subject Jim Gäddnäs’ screamed voice is very distinctive, keeping the musics in a consistent cadence throughout the entire album. With a total of 9 tracks, “The Roots Of Lunacy” keeps a cohesive musical linearity yet non repetitive, with lyrics focusing on social illusions and their consequences; due to the vaste versatility and coverage of the topic (and as a result of band members diverse influences), Emerging Chaos add to the above mentioned musical base well structured riffs, some old school thrash passages or others more dense and mysterious. “The Roots Of Lunacy” is a well achieved debut album, well balanced and with harmony.

\m/

Laurus Nobilis 2018 Press Conference


Decorreu hoje a conferência de imprensa do Laurus Nobilis Music Fest, dando assim o arranque oficial para mais uma edição deste festival.

À semelhança dos anos anteriores a apresentação geral do evento e demais informações ficou a cargo de Pedro Moniz (toda a informação pode ser consultada aqui). Na edição deste ano a aposta da organização foca-se mais em sonoridades alternativas dentro do espectro rock e metal, pois tem sido este público-alvo a marcar maior presença desde a 1ª edição do evento. Outra novidade desta edição é a inclusão de um terceiro palco (“Faz A Tua Cena”) onde projectos emergentes das mais variadas áreas culturais poderão mostrar o seu valor. Conforme frisou Aguiar Silva, cerca de 70% da oferta que se pode encontrar lá é de acesso gratuito, desde o palco já referido e o Palco “Estrella Galicia”, as áreas de lazer, restauração e campismo, sendo só o recinto reservado ao Palco “Porminho” (principal) o único que é pago, tornando-se assim o Laurus Nobilis um ponto de encontro cultural diversificado e a baixo custo para quem lá se desloca. A produção musical e gestão de bandas este ano fica a cargo de André Matos (Raising Legends), enquanto que António Freitas (Antena 3) vai continuar encarregue da animação after hours acumulando também o cargo de Embaixador do evento. Presente esteve também o Vereador Leonel Rocha em representação da Câmara de VN Famalicão, sendo possível através da suas palavras perceber o apoio que a Autarquia continua a dar ao evento bem como uma maior aposta do Município noutras atividades culturais. A terminar a conferência de imprensa, e após uma sessão de perguntas, tempo para se ouvirem algumas Tralhas Melódicas; se não sabem o que são, apareçam no Laurus para descobrirem tudo. Só faltas tu!

\m/

Today took place Laurus Nobilis Music Fest press conference, thus giving the official start to another edition of this festival.

Like on the previous years the general presentation and further informations was in charge of Pedro Moniz (you can check all the info here). On this year edition the organization focuses more in alternatives sonorities within the spectre of rock and metal because this target audience has been the one with greater representation since first edition. Other news is the addition of a third stage (“Do Your Own Scene”) were emerging projects from various cultural areas can reveal themselves. As Aguiar Silva stated, nearly 70% of the offers we can find there are of free access, like the above mentioned stage and “Estrella Galicia” Stage, recreation areas, catering and camping, being only the “Porminho” Stage (main) the only one with entrance fee and thus making Laurus Nobilis a culturally diverse and low cost gathering point for those going there. The musical production and band management this year will be in charge of André Matos (Raising Legends) while António Freitas (Antena 3) will keep being in charge of after hours entertainment also combining the place of event’s Ambassador. Attending was also Town Councilor Leonel Rocha representing VN Famalicão town house, being able through his words to perceive that the council will continue to support the event as well as betting more on other cultural activities. Ending the press conference, and after a short session of questions, time to listen to some Tralhas Melódicas; if you don’t know what it is, be sure to attend Laurus to find out. You’re the one missing!

\m/

segunda-feira, 14 de maio de 2018

Nebelhorn - Urgewalt

[PT] "Nebelhorn canta sempre sobre eventos relacionados com os vikings e a sua mitologia. “Urgewalt” não é um disco conceptual mas segue essa linha, com o alinhamento estruturado de forma temporal a poder contar uma qualquer história que, apesar de ter começado revolta e tumultuosa, tem um final feliz."

[ENG] "Nebelhorn always sangs about events viking related and their mythology. “Urgewalt” is not a conceptual album but follows that line with an alignment structured in a timeline that makes it possible to tell any story that, although it starts in a commotion and hectic, has an happy ending."

terça-feira, 1 de maio de 2018

Metalwings - For All Beyond

[PT] "O grande trabalho dos Metalwings reside na forma como estruturam as suas composições; pegando na essência da música sinfónica foram adicionando elementos característicos dos subgéneros mais melódicos do rock/metal sem, contudo, abusarem demasiado de um ou de outro."

[ENG] "Metalwings’ greatest work lies in the way they structure the compositions; picking in the essence of symphonic music they added characteristics from the several rock/metal melodic subgenres, yet without pushing to much for one side nor the other."

sexta-feira, 27 de abril de 2018

Tres Thomas Infinitee - The Possibilities Are Endless

[PT] "Depois de escutarmos “The Possibilities Are Endless” não é preciso mais nada para adjetivar a qualidade técnica de Tres bem como a sua versatilidade musical."

[ENG] "After we listen to “The Possibilities Are Endless” there’s no need of anything more to adjectivate Tres technical quality as well as his musical versatility."

domingo, 22 de abril de 2018

Tragul - "Before I Say Goodbye" lyric video


Saído da mente do compositor Paraguaio Adrian Benegas, o projecto de metal sinfónico Tragul lançou o vídeo com letra para o single de estreia “Before I Say Goodbye” no passado dia 13. Adrian escolheu um lote de convidados para darem forma à sua ideia musical: Zuberoa Aznárez (Diabulus In Musica) na voz, Steve Conley (Flotsam and Jetsam) na guitarra, Oliver Holzwarth (ex-Blind Guardian, ex-Rhapsody of Fire, ex-Tarja) no baixo e Sander Zoer (ex Delain) na bateria, ficando o alinhamento completo com Diego Bogarín na guitarra e Adrian nos teclados. \m/

\m/

Emerging from the mind of Paraguayan composer Adrian Benegas symphonic metal project Tragul has released the lyric video for the debut single “Before I Say Goodbye” last April 13th. Adrian has chosen some guests to give shape to its musical idea: Zuberoa Aznárez (Diabulus In Musica) on vocals, Steve Conley (Flotsam and Jetsam) on the guitar, Oliver Holzwarth (ex-Blind Guardian, ex-Rhapsody of Fire, ex-Tarja) on the bass and Sander Zoer (ex Delain) on the drums, being the line-up complete with Diego Bogarín on the guitar and Adrian on the keyboards.

\m/



Navidon - debut single “Factory Of The Foolish Boys”


Os Brasileiros Navidon lançaram em 2017 o EP de estreia “Mindfolded”, cujo single “Factory Of The Foolish Boys” nos chega numa altura em que a banda se pretende mostrar mais além-fronteiras. Rock apoiado nos clássicos e com vocais a lembrarem Lenny Kravitz é a proposta saída de um país que nos habitou a outro tipo de sonoridades mas que mostra haver outro tipo de boa matéria a ser explorada. Para final deste ano está previsto um novo lançamento bem como uma tournée em solo nacional; ficámos a aguardar.

\m/

Brazilian band Navidon have released in 2017 the debut EP “Mindfolded” whose single “Factory Of The Foolish Boys” comes to us now in a time where the band wishes to show herself abroad. Rock based on the classics and with vocals reminding Lenny Kravitz it’s the proposal coming out of a country that has accustomed us to other sonorities but this way shows us there is other good material to be explored. To later this year is expected another release as well as a tour in Portuguese soil; we’ll be waiting.

\m/



terça-feira, 17 de abril de 2018

Meka Nism - The War Inside

[PT] "Meka Nism são daquelas bandas que dá gosto ouvir pela sua qualidade e que não cansam por força da sua versatilidade e abrangência musical. Se ouvirmos os 3 EPs percebemos que são todos diferentes entre si e dentro de cada um; é essa sonoridade multifacetada que lhes dá destaque."

[ENG] "Meka Nism are one of those bands that are fun to listen to due to their musical quality and are not boring mainly because of their musical versatility and coverage. If we listen to all 3 EPs we can perceive they’re all different from each other and even within themselves; it’s that multifaceted sound that grants them relevance."

sábado, 14 de abril de 2018

Tribulation + Insomnium @ Hard Club

[PT] "Depois de terem atuado no VOA 2017 os Finlandeses Insomnium regressaram a Portugal para mais duas datas, 9 de Abril no Hard Club e a 10 no RCA. A primeira parte do concerto ficou a cargo dos Suecos Tribulation, também eles de regresso após terem atuado no Vagos Metal Fest 2017. Estivemos no Hard Club para vos contarmos como correu."

[ENG] "After playing at VOA 2017 Finnish Insomnium returned to Portugal for two more shows, April 9th at Hard Club and on RCA at 10th. The first part of the show was in charge of Swedish band Tribulation, who also returned after playing at Vagos Metal Fest 2017. We were at Hard Club to tell you how it went."

quinta-feira, 12 de abril de 2018

Lazy Cat Rock Fest II @ Metalpoint

[PT] "Decorreu no passado fim-de-semana no Metalpoint o evento Lazy Cat Rock Fest II que, em 2 dias, apresentou 8 bandas (7 nacionais e 1 internacional) de sonoridade rock e nos mais variados subgéneros."

[ENG] "Last weekend took place at Metalpoint the event Lazy Cat Rock Fest II that showed, during the 2 days, 8 bands (7 Portuguese and 1 Spanish) of rock sonority in several subgenres."

terça-feira, 3 de abril de 2018

Between The Planets - Of Inner Sight

[PT] "...o toque de jazz com que retocam as composições permite que o resultado seja um deleite para os ouvidos, um espécie de paleta de cores que quando combinadas criam paisagens musicais que nos agarram da primeira à última nota."

[ENG] "...the touch of jazz they use to refine the compositions makes the final result to be a delight for hearing, some sort of color palette that when combined create musical landscapes that grab us from first to last note."

sexta-feira, 30 de março de 2018

Hellavista Asocial Club - Robolution


Os Austríacos Hellavista apresentam “Robolution”, trabalho de estreia recentemente lançado pela Espanhola Art Gates Records. Oriundos na sua maioria da extinta banda death/thrash Austríaca Freund Hein tocam uma curiosa fusão de death, thrash e groove; sendo essencialmente uma banda thrash conseguem misturar as suas influências para formarem canções alegres, divertidas e bastante apelativas ao ouvido, com solos eletrizantes e passagens cativantes. Sem deslumbrar mas ao mesmo apresentando argumentos convincentes, rapidamente damos por nós envolvidos numa louca viagem musical acompanhada por cómicas letras relacionadas com ficção científica; a começar pela homónima “Robolution” a debitar thrash/groove de forma mais compassada, entramos depois no speed thrash/death de “Hellevator” com um ritmo contagiante e solo demolidor, uma das melhores faixas do álbum. Destaque para “Breed of Evil” que vai buscar inspiração ao death melódico que praticavam, numa faixa bem equilibrada em termos de peso, melodia e groove; outro bom solo e [talvez] a melhor faixa de todas. Também merecedoras de nota, as faixas “Attack of the Demons” e “Screwdriving Away”, com uma curiosa mistura entre o thrash e o metal mais clássicos onde o som do teclado dá uma nuance diferente de inspiração mais revivalista. Esta viagem de 30 minutos acaba com um speed thrash na sua vertente mais punk em “Rest in Pain”, uma faixa rápida e com muito groove a terminar um álbum bem conseguido.

“Robolution” é um álbum divertido e que não cansa, onde os Hellavista aplicam muito bem a sua experiência musical conseguindo dentro de um subgénero que por vezes se mostra saturado mostrar que, mesmo sem inovar, há espaço para diversificar.

\m/

Austrians Hellavista present “Robolution”, debut album recently released by Spanish label Art Gates Records. Originating mostly from the extinct death/thrash Austrian band Freund Hein, they play a curious fusion of death, thrash and groove; being mainly a thrash band they can mix their influences to create cheerful songs, funny and very ear catchy with electrifying solos and gripping passages. Without dazzling but at the same time presenting convincing arguments, we soon find ourselves wrapped in a wild musical trip accompanied by funny lyrics science fiction related; starting with the homonimous “Robolution” rattling off thrash/groove in a paced way we afterwords enter the speed thrash/death “Hellevator” with a contagious rhythm and demolishing solo, one of the album’s best tracks. Highlight for “Breed of Evil” that gets inspiration from the melodic death they played, a song well balanced regarding weight, melody and groove; another good solo and [probably] best track. Also worth mentioning the tracks “Attack of the Demons” and “Screwdriving Away” with a curious mixture of more classical thrash and metal where the sound of the keyboard gives a different nuance of revival inspiration. This 30 minutes journey ends with a speed thrash in its most punk variation in “Rest in Pain”, a fast track and with lots of groove ending a well done album.

“Robolution” is a funny album which doesn’t tire where Hellavista apply really well their musical experience being able to show that, even in a sub-genre that sometimes shows itself saturated, there is room to diversify even without innovating.

\m/

segunda-feira, 26 de março de 2018

Nine O Nine - The Time Is Now

[PT] "Quando vários músicos com créditos firmados na cena decidem juntar-se, o resultado final prevê-se que seja bom. Se à qualidade musical dos intervenientes somarmos a vontade em fazer música que vai além daquilo a que nos habituaram então a fasquia eleva-se."

[ENG] "When several musicians with proved quality in the scene decide to get together we can expect a good result. If to the musical quality of the parties involved we add the will to make music that goes beyond expected than the bar raises."

terça-feira, 20 de março de 2018

Terra IncΩgnita - Fragments of a Ruined Mind

[PT] "Há pouco tempo escrevi sobre o EP “Sign With Blood” dos Gregos Terra IncΩgnita, um trabalho que serviu de introdução ao álbum “Fragments of a Ruined Mind”, segundo registo da banda após um hiato de cerca de 7 anos lançado através do selo Grego Symmetric Records no passado mês de Novembro. Vamos ver o que este regresso nos trouxe."

[ENG] "Some time ago I wrote about Greek Terra IncΩgnita’s EP “Sign With Blood”, a work that act as an introduction to the album “Fragments of a Ruined Mind”, sophomore record of the band after nearly a 7 years hiatus released via Greek label Symmetric Records last November. Let’s see what this comeback brought us."

sexta-feira, 16 de março de 2018

This Broken Machine - [Departures]

[PT] "“[Departures]” mostra uma banda adulta e que soube evoluir desde a sua estreia, aproveitando bem a longa pausa para refinar a sua sonoridade. A forma como passam mensagens tristes de forma melodiosa é sem dúvida a sua marca e algo a manter pois é através dela que conseguem demarcar-se na cena. Um álbum recomendado aos amantes de música melodiosa de peso."

[ENG] "“[Departures]” shows a mature band who knew how to evolve since its debut, taking advantage of a long pause to refine their sonority. The way they pass sad messages in a melodic way is undoubtedly their trademark and something to keep because is through it that they can demarcate themselves in the scene. A recommended album for the ones who love heavy melodic music."

segunda-feira, 12 de março de 2018

Shutter Down + Blame Zeus + Nine O Nine @ Hard Club

[PT] "Os Nine O Nine deslocaram-se ao Hard Club, no Porto, para um concerto de apresentação de “The time Is Now”, trabalho de estreia da banda. Para ajudarem a preencher a noite convidaram os Shutter Down e Blame Zeus."

[ENG] "Nine O Nine band went to Hard Club, in Oporto, for a live presentation of their debut album “The time Is Now”. To help them complete the night they invited Shutter Down and Blame Zeus."

quarta-feira, 7 de março de 2018

Gonoreas - Minotaur

[PT] "Melodia, guitarras fortes e uma voz fantástica são ingredientes mais que suficientes para uma qualquer banda mostrar bons lançamentos. Se a isso juntarmos composições que captam o melhor do thrash, NWOBHM e power metal, corremos o risco de escutar um álbum portentoso."

[ENG] "Melody, guitars and a fantastic voice are more than enough ingredients for any band to show some good releases. If to that we add compositions that capture the best in thrash, NWOBHM and power metal we take some serious chances to listen to a portentous album."

segunda-feira, 5 de março de 2018

Laurus Nobilis Music Fest 2018


Com a apresentação dos The Godiva a organização do Laurus Nobilis Music Fest deu por encerrado o cartaz para a edição deste ano, que terá o seguinte alinhamento:

Dia 26: Infraktor - Cruz De Ferro - Booby Trap - Atreides
Dia 27: Septicflesh - Equaleft - Crisix - Hills Have Eyes - Web - Nine O Nine - In Vein - Sotz
Dia 28: Dark Tranquility - Tarantula - Mata-Ratos - The Temple - The Godiva - Revolution Within - Low Torque - Legacy Of Cynthia

O evento deste ano trará algumas novidades; para além dos 2 palcos apresentados na edição anterior, haverá ainda um terceiro “Palco faz a tua cena”. Vai estar situado na zona do campismo e irá funcionar nas horas mais paradas do festival, sendo usado para mostrar projetos emergentes não só na área musical como também poesia ou pequenas peças de teatro. Haverá uma maior aposta da organização na vertente do campismo e restauração, uma área dedicada ao Black Market e outras a cargo de associações locais.

O bilhete diário tem um custo de 20€, com o passe geral a custar 30€; há também o pacote passe geral + t-shirt oficial do evento por 40€. Para mais informações podem consultar www.laurusnobilis.pt. Agora só faltas tu!

\m/

With the announcement of The Godiva, Laurus Nobilis Music Fest organization closes this year’s poster, whose alignment will be as follow:

Day 26: Infraktor - Cruz De Ferro - Booby Trap - Atreides
Day 27: Septicflesh - Equaleft - Crisix - Hills Have Eyes - Web - Nine O Nine - In Vein - Sotz
Day 28: Dark Tranquility - Tarantula - Mata-Ratos - The Temple - The Godiva - Revolution Within - Low Torque - Legacy Of Cynthia

This year’s event will have some news: besides the 2 stages presented on the previous edition there will be a third one “Do Your Thing”. It will be located in the camping area and will be used in the event’s dead times to present musical emerging projects as well as poetry and small theatrical playing. Form the organization there will be a higher bet in camping and food areas, an area dedicated to Black Market and others in charge of local associations.

The daily ticket costs 20€ while the 3 day pass costs 30€; there is also a package that includes a 3 day ticket plus the official t-shirt that costs 40€. For more informations check www.laurusnobilis.pt. Now you’re the one missing!

\m/

domingo, 4 de março de 2018

Sean Riley + The Legendary Tigerman @ Hard Club - "Misfit" Release Show

[PT] "Depois de esgotar a sala Lux Frágil em Lisboa, The Legendary Tigerman (aka Paulo Furtado) rumou ao Hard Club no Porto para apresentar o seu novo “Misfit”. Com ele trouxe Sean Riley (aka Afonso Rodrigues) para abrir a noite, ele que também está a apresentar um novo trabalho, “California”, gravado por Paulo Furtado."

[ENG] "After a sold out room at Lux Frágil in Lisbon, The Legendary Tigerman (aka Paulo Furtado) headed to Hard Club in Oporto to present his new “Misfit”. With him came along Sean Riley (aka Afonso Rodrigues) to start the evening, he who’s also presenting a new work, “California”, recorded by Paulo Furtado."

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Julian's Lullaby - Prisoner Of Emotions

[PT] "Os Gregos Julian's Lullaby lançaram recentemente o seu segundo álbum “Prisoner Of Emotions” através da editora Russa Musica Production. Com uma sonoridade característica que tem tanto de peso como de melodia, revela alguns pormenores interessantes nas suas composições."

[ENG] "Greek Julian's Lullaby have recently released their sophomore “Prisoner Of Emotions” via Russian record label Musica Production. With a characteristic sonority that has as much weight as melody reveals some interesting details in their compositions."

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Aynsophar - Abysmal Secrets Of Unknown

[PT] "Já o poeta Fernando Pessoa dizia na sua “Mensagem”: “Quando o homem sonha a obra nasce.”. Aqui não foi um homem mas sim uma mulher, a Húngara Barbara Teleki, que materializou no EP de estreia “Abysmal Secrets of Unknown” a sua forma crua e negra de ver o Ser Humano."

[ENG] "As the poet Fernando Pessoa says in its work “Mensagem”: “When man dreams the work is born.”. In this case it wasn’t a man but a woman, Hungarian Barbara Teleki, that materialized through the debut EP “Abysmal Secrets of Unknown” her raw and dark vision of the Human Being."

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Lechery - We Are All Born Evil

[PT] "Depois da estreia em 2008 com “Violator” e da continuação em 2011 com “On Fire”, os Suecos Lechery regressam agora com o terceiro álbum “We Are All Born Evil”."

[ENG] "After the debut in 2008 with “Violator” and the sophomore in 2011 with “On Fire”, Swedish Lechery are back now with the third album “We Are All Born Evil”."

sábado, 10 de fevereiro de 2018

Dogma - Reditum

[PT] "Onze anos depois de terem terminado um ciclo musical do qual resultaram uma demo e dois EP’s, os Dogma ressurgem agora com um álbum novo cujo nome é bem apropriado, “Reditum”."

[ENG] "Eleven years after finishing a musical cycle of which resulted a demo and two EP’s, Dogma rise again with a new album whose name is well suitable, “Reditum”."

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Talking With Embryo About "A Step Beyond Divinity"

[PT] "Após várias resenhas positivas vindas de todo o lado (incluindo a nossa) sobre os Italianos Embryo e o seu mais recente trabalho “A Step Beyond Divinity”, é tempo de conhecermos mais sobre ele e sobre a banda."

[ENG] "After several positive reviews from around the globe (including ours) about Italian Embryo’s newest work “A Step Beyond Divinity”, it’s time to know more about it and the band itself."


segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Talking With Paulo Mendes About Caedeous

[PT] "Em 2014 o multi-instrumentista e compositor Paulo Mendes criava uma banda sonora para a indústria musical Norte-Americana que seria a precursora do projecto Caedeous, uma espécie de sinfonia épica tenebrosa que será lançada em meados deste mês com o título “Domini Tenebrarum”... Mais do que opinar sobre o merecido valor deste trabalho, resolvi incluir uma pequena entrevista a Paulo Mendes..."

[ENG] "In 2014 multi instrumentalist and composer Paulo Mendes created a soundtrack for North-American music industry that would become the forerunner of Caedeous project, some sort of epic gloomy symphony that will be released later this month with the title “Domini Tenebrarum”... More than give opinions about this work deserved credits I’ve decided to include a short interview with Paulo Mendes..."

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Wrath Sins - The Awakening

[PT] "Em 2015 os Wrath Sins lançavam o seu álbum de estreia “Contempt Over The Stormfall” cujo feedback foi bastante positivo, não só em termos de imprensa especializada como da parte do público que assistiu aos vários concertos promocionais. Dois anos volvidos a banda regressa com novo trabalho, “The Awakening”."

[ENG] "In 2015 Wrath Sins released their debut “Contempt Over The Stormfall” whose feedback was quite positive, not only by specialized press but also from the public who went to the several promotional concerts. Two years on the band returns with the sophomore “The Awakening”."

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Heyoka's Mirror - Loss of Contact With Reality

[PT] "Formados em 2015, os Heyoka’s Mirror são uma banda de Calgary, Alberta, Canadá que recentemente lançou o seu primeiro EP “Loss of Contact With Reality”. São assumidamente uma banda de metal progressivo com influências notórias de Dream Theater."

[ENG] "Starting in 2015, Heyoka’s Mirror are a band from Calgary, Alberta, Canada that recently released their debut EP “Loss of Contact With Reality”. They are clearly a progressive metal band with notorious influences from Dream Theater."